Crónicas do Fidalgo

Pessoas

A TUA CRÓNICA: O lado negro dos duplos de cinema

Quando se fala em duplos de ação por regra as pessoas imaginam cenas “Hollywoodescas” com explosões e associam as palavras risco, adrenalina, e empolgante. Mas durante várias décadas, manteve-se em segredo o facto dos atores recorrerem a estes profissionais de risco nas cenas mais arriscadas. A mentalidade que reinava era de que as audiências eram mais propensas a irem ao cinema se estivessem sob a ideia de que o actor tinha executado todas as cenas de ação. Inclusive, foi daí que originou a famosa frase “eu executo as minhas próprias cenas de risco!”, usada inúmeras vezes como forma de publicidade.

Com o passar dos anos, deixou de ser segredo que as produções recorrem frequentemente a esta classe de profissionais. Isto deve-se em grande parte aos filmes de ação que começaram a ganhar cada vez mais notoriedade e peso nas bilheteiras. Como consequência a exigência, por sequências de ação maiores e mais arriscadas, aumentou e os protagonistas passaram a reconhecer publicamente os seus duplos. Actualmente é raro o “making of” que não fala destes profissionais e demonstra como foram executadas as sequências de ação.

Nota: É verdade que existe uma pequena minoria de actores que “não usa” duplos de ação (ex: Tom Cruise, Jackie Chan), e embora esta afirmação não seja 100% verdade, é um tema para outra publicação.

Estou aqui para vos falar de pequena realidade que muitos desconhecem e raramente costuma passar nos media. Infelizmente, estas proezas de risco nem sempre correm como esperado e por vezes resultam em acidente graves. Mas comecemos primeiro por definir o conceito de proeza de risco, ou como se diz em Inglês “stunt". A definição de uma proeza de risco (stunt) é normalmente descrita como: “uma ação de risco calculada, executada por profissionais”. Por norma, esta proeza é concebida de raiz por uma equipa duplos, e ensaiada as vezes necessárias de forma a mitigar o risco e exponenciar a espetacularidade do resultado final.

Ainda assim, existe sempre uma margem de risco presente que é mitigada pela habilidade e consistência do duplo/performer. Nas palavras do lendário Andy Armstrong: “se só consegues executá-la uma vez, então não é uma proeza mas sim um acidente!”.

Nos últimos anos, esta classe de profissionais sofreu alguns acidentes que resultaram em graves lesões e até mesmo em mortes que passaram ao lado de muitas pessoas. Eis alguns exemplos: Em 2017 John Bernecker (33 anos), um duplo com 10 anos de experiência, cuja carreira já contava com créditos nos filmes “The Hunger Games”, “Logan”, “The 5th Wave” e “Black Panther” sofreu um acidente fatídico durante a produção da 8ª temporada da série de sucesso da AMC “Walking Dead”. Enquanto ensaiava uma coreografia de luta, com um actor, John escorregou e sofreu uma queda alta de 6 metros. Embora tivessem sido colocados colchões de queda, John caiu parcialmente fora da área de segurança e não sobreviveu ao impacto.

'The Walking Dead' stuntman dies after on-set injury

Olivia Jackson (35 anos), nascida na África de Sul, sofreu um grave acidente de mota, em Johannesburg, durante a rodagem do filme "Resident Evil: The Final Chapter” em 2015. Olivia esteve 17 dias em coma e sofreu as seguintes lesões: inchaço do cérebro, pulmões perfurados, dúzias de ossos partidos, um ombro deslocado, laceração numa artéria, torção na espinha dorsal. As consequências deste evento foram tão severas que lhe foi amputado o braço esquerdo. A causa do acidente deve-se a um embate da grua da câmera, directamente com a sua cabeça, enquanto conduzia uma mota, sem capacete, como dupla da actriz principal Milla Jovovich.

Alguns dos seus créditos em filmes incluem: “Mad Max: Road Fury”, “Star Wars: The Force Awakens”, “Avengers: Age of Ultron”, “Guardians of the Galaxy”. The film stunt that went wrong! - Olivia Jackson

Partilho aqui um artigo publicado no Hollywood Reporter, que conta com a opinião de vários experts sobre esta matéria e que identifica algumas das causas por detrás do maior número de acidentes em rodagens nos últimos anos. Stunted: How Hollywood's Content Boom Is Leading to More Stuntperson Injuries and Deaths.

JOSE NARCISO

ID

David Chan Cordeiro 37 anos - Coordenador de duplos e duplo de cinema.
Licenciado pela California State University of Long Beach em realização e produção de Cinema, em 2007.
Fundador da equipa profissional de duplos Mad Stunts.
Os seus recentes projectos incluem: "Parque Mayer”, "Vidas Opostas (SIC), "Teorias da Conspiração" (RTP), "Valor da Vida (TVI)".