Crónicas do Fidalgo

Pessoas

"Nós, MULHERES!" por Carla Fidalgo

Aqui está o desabafo da minha irmã. Achei que hoje este deveria ser o espaço dela. No fim, deixo-vos com a letra de uma música de Sade: "Pearls"


Hoje pediram-me para falar de “Nós”. MULHERES! Não podia ser mais complicado!

Tanto se fala da violência doméstica, crime horrendo praticado de várias formas, físico e psicológico... Sim, psicológico! Esse mata tanto como o físico, só não é visível mas sentido todos os dias na pele, na nossa alma como uma pancada forte que nos vai matando a alegria de viver.

No igualdade de género, queremos e devemos ter as mesmas oportunidades que os homens. Perdão: temos o dever de ser melhores que eles. É um mundo competitivo onde quem entra quer ser melhor, por isso, vamos à luta!

Pode ser cliché o que digo, mas somos “NÓS” que os carregamos, que os temos, que os criamos e, acima de tudo, os educamos. Então façam o esforço, por favor, para termos homens que nos dêem valor, que nos respeitem e se orgulhem. Façam o esforço de lhes transmitir os valores correctos: o bom senso, o respeito e a aceitação da diferença, sem discriminar.

As mesmas oportunidades... Claro que sim! Foi por isso que antepassadas nossas lutaram e morreram, a elas devemos o que temos hoje. Mas por favor: continuemos lutando por esses mesmos valores, ao que parece ficaram um pouco esquecidos no tempo. Principalmente quando lemos notícias em que MULHERES recebem menos que homens, desempenhando as mesma funções, com a mesma dedicação, com mesmo respeito e com o dobro do esforço.

Se chegaremos lá? Não sei. Mas acredito que devemos continuar a lutar pela equidade. Não deixar apagar a chama que se acendeu em momentos como este, em que se fala tanto nos direitos das mulheres e na revolução social a que assistimos.

Carla Fidalgo

"Pearls", de Sade

There is a woman in Somalia
Scraping for pearls on the roadside
There's a force stronger than nature
Keeps her will alive
This is how she's dying
She's dying to survive
Don't know what she's made of
I would like to be that brave
She cries to the heaven above
There is a storm in my heart
She lives a life she didn't choose
And it hurts like brand-new shoes
Hurts like brand-new shoes
There is a woman in Somalia
The sun gives her no mercy
The same sky we lay under
Burns her to the bone
Long as afternoon shadows
It's gonna take her to get home
Each grain carefully wrapped up
Pearls for her little girl
Allelujah!
Allelujah!
She cries to the heaven above
There is a storm in my heart
She lives in a world she didn't choose
And it hurts like brand-new shoes
Hurts like brand-new shoes