Crónicas do Fidalgo

Motores

Éramos 30...

Começou na passada Sexta-feira e terminou no Domingo, em Cascais, o 28º Rally Anual Europeu do Grupo de Proprietários de Harley-Davidson.

No momento em que soube, já tinha previsto outra volta, ao Wheels and Waves em Biarritz.
Estava desejoso de fazer esta viagem e na companhia de mais 3 amigos porque tinha a minha softail quase pronta e queria fazer-me à estrada na minha nova menina.

Por questões pessoais, lá tive que desistir desta viagem e ficar por cá.
Coisas do destino ou não, a minha menina ainda não estava pronta e decidi aguardar pelo evento da Harley.

Este tipo de eventos agradam-me pelo simples facto de conhecer outros como eu ou ainda mais aventureiros e experientes, que viajem pelo mundo inteiro para estarem presentes nestas manifestações de amor pelas Harleys. Convém dizer que apesar de, para o comum dos mortais, a marca Harley representar todo um universo de motas mais vintage, cruisers muito grandes com um som único, cujos motociclistas se vestem todos de preto e com coletes, há muito mais para além disso.

Apesar de não estarem oficialmente presentes, marcas como Indian Motorcycles, Triumph e outras, que já fugiam ao contexto estético do evento, também marcaram presença através dos seus respectivos donos. O denominador comum são elas, as motas e o que foram feitas nelas ou não, as viagens que já fizeram, as amizades que se criam, as experiências de vida que se trocam, etc.

Na oficina onde customizo as minhas meninas, a Motobel, fomos planeando a nossa voltinha. Teríamos que estar à porta da loja às 11 da manhã de Sábado para sairmos por volta do meio dia e almoçarmos em Sintra, no restaurante "A Taverna dos Trovadores" para depois nos fazermos à estrada a caminho de Cascais.

A grande questão foi no número de pessoas para marcar mesa. Pois bem. Dos dez ou doze previstos, marcaram presença trinta Harleys. É isso mesmo. 30!!!! Uma pequena ressalva: para além das 30 Harleys tínhamos uma Indian Roadmaster e uma Yamaha Virago 535.

Os meus olhos não queriam acreditar. Fui dos últimos a chegar e daí o meu espanto quando viro à direita para entrar na Avenida Cidade de Luanda e me deparo com um show que, por si só, já era um evento!

E como devem imaginar, não havia uma igual. Desde sportsters, softail heritages, softail slim, Road Kings a Electra Glides. Se porventura quiséssemos criar um evento ali e naquele momento, não faltaria nada. Com um café mesmo ao lado, música a sair de uma Harley CVO Limited a debitar decibéis que se ouviriam do outro lado da cidade, com certeza que faríamos concorrência! (Risos...)

Mas no fundo o que queríamos era pegar nas nossas meninas e rolar...!!!

E para terem uma ideia do que são trinta harleys a rodar, são precisos dois ou cinco kms de estrada para terem essa visão.

Aqui ficam as fotos que foram captadas pelo olhar do Gonçalo Pereira, dono de uma Harley Heritage.

1 / 48

2 / 48

3 / 48

4 / 48

5 / 48

6 / 48

7 / 48

8 / 48

9 / 48

10 / 48

11 / 48

12 / 48

13 / 48

14 / 48

15 / 48

16 / 48

17 / 48

18 / 48

19 / 48

20 / 48

21 / 48

22 / 48

23 / 48

24 / 48

25 / 48

26 / 48

27 / 48

28 / 48

29 / 48

30 / 48

31 / 48

32 / 48

33 / 48

34 / 48

35 / 48

36 / 48

37 / 48

38 / 48

39 / 48

40 / 48

41 / 48

42 / 48

43 / 48

44 / 48

45 / 48

46 / 48

47 / 48

48 / 48