Crónicas do Fidalgo

Motores

Rivian R1T: um todo-o-terreno eléctrico

Assume-se como “o primeiro veículo eléctrico de aventuras do mundo”. Chama-se Rivian R1T e é uma pick-up de 5 lugares que promete oferecer capacidade, eficácia, utilidade e performance “sem comparação”.

Com pouco mais de 2 metros de largura e 5,5 de comprimento, as suas linhas e proporções são arrojadas e os materiais, utilitários e de categoria premium, foram pensados para uma utilização diária e robusta. É, assumidamente, uma pick-up, mas o seu design é minimalista, com um piscar de olhos ao futuro. Conta com uma faixa em LED em toda a sua largura, tanto à frente como atrás, o que torna a imagem do veículo ainda mais impactante. O interior segue a mesma linha estética: clean, com aplicações em madeira, pontuados com dois grandes painéis à frente. O painel de instrumentos digital tem 12,3 polegadas e o maior, com 15,6 polegadas, está ao serviço do sistema de infoentretenimento.
Apesar dos seus 2,670 Kg, vai dos 0-100 Km em 3 segundos e tem uma autonomia de mais de 640 KM.

A bagageira tem 330 litros de capacidade e a pick-up tem capacidade para 800 Kg de carga, podendo rebocar 5 toneladas.
Este é um dos modelos mais promissores da marca e é o primeiro que vai avançar para produção. Tem chegada ao mercado prevista para o final de 2020, com várias versões, e já está em pré-venda.
A versão mais completa conta com, nada mais, nada menos, do que quatro motores eléctricos (um por roda), que em conjunto somam uma potência de 710 cv. Esta potência é alimentada por um pack de baterias de 180 kWh. A pick-up, que está limitada a uma velocidade máxima de 200 km/h, será ainda comercializada nas versões com baterias de 105 kWh e de 135 kWh. Nestes casos, o alcance cai para os 370 e os 480 km, respectivamente.

A pick-up eléctrica da norte-americana Rivian vai ser vendida por valores que rondam os 69 mil dólares (antes de incentivos), ou seja, aproximadamente €60.800.

Curiosos? Saibam mais aqui.

De referir que a Rivian, fundada em 2009, comprou uma fábrica da Mitsubishi em Illinois, nos EUA, e é aí que está a produzir não só a R1T, mas também um SUV eléctrico, que vai ser lançado depois desta.