Crónicas do Fidalgo

Motores

Se eu soubesse o que sei hoje…

Quem não erra não cria e é com os erros que evoluímos. Que andamos para a frente. E no que toca à minha “menina”, se soubesse o que sei hoje, faria algumas coisas diferentes na sua personalização. Se desse lado também se interessam pela customização de motas, partilho convosco uma dica preciosa!

Primeiro, comprem a mota. Andem com ela, tal como a compraram, e só depois comecem a personalizá-la, consoante as necessidades de conforto, segurança e estética.

Sempre passo a passo. Nunca tudo de uma vez. Mesmo para quem tem muito dinheiro! Desperdícios, todos nós gostamos de evitar.

Quando somos principiantes, é sempre um entusiasmo gigante ver a nossa mota toda modificada à primeira. São muitas as imagens que vamos vendo pela internet, que nos alimentam ainda mais o “bichinho”!

Mas depois, quando passamos para a prática, começamos a rolar com a mota e conhecemos outros riders, vamos dando conta de que não é bem assim que “artilhamos” a nossa menina.

A personalização vai sempre acontecer. Nunca estamos satisfeitos, é certo. Mas a diferença é que vamos aprimorando o nosso estilo de condução com o tempo e de forma razoável!