Crónicas do Fidalgo

Motores

A minha viagem a Cabeço de Vide | Parte 1

Durante a semana passada, o Sandro da Motobel teve a ideia de reunir o pessoal para dar uma volta no fim-de-semana que se aproximava - e que prometia bom tempo!

Após uns almoços no Restaurante do Nuno, com uma bela sopa da pedra a acompanhar, o grande Mário Tojo lembra-se de que seria uma boa ideia invadir o espaço da avó. Um espaço bem familiar, que dá pelo nome de Monte da Azenha e onde se pode alugar um apartamento para desfrutar da calmaria que tão bem faz de vez em quando.

É a avó do Mário, a senhora D. Francisca Neves, que gere o Monte da Azenha, a “paredes-meias” com as Termas da sulfúrea

Com uma oferta destas, nem se pensou mais no assunto! Estava na hora de repetir a sopa da pedra: uma das melhores que já provei.

Partida marcada para Sábado de manhã, com destino a Cabeço de Vide. O dia chegou e lá se juntaram 9 Harleys e um Caterham para nos fazermos à estrada!

Estradas nacionais e regionais são a nossa perdição. Ponte Vasco da Gama foi a única via obrigatória. Era isso ou atravessar o rio com a mota às costas! Ou então ir a Vila Franca de Xira. Como estávamos ali tão perto, cedemos à tentação. Depois disso, seguiu-se Coruche e estradas lindas até Pavia, onde tomámos o pequeno-almoço.

Aqui está ele!

E eis que se junta a nós um alentejano: O Nuno Alentejano. Um Harleyman de Beja que tem uma softail linda e com “suicidal shift” ( mudanças de alavanca na lateral esquerda do depósito), só para os mais experientes. Aconselho a pesquisarem na internet!

Abastecidos à séria, partimos novamente nos nossos cavalos de ferro em direcção a Cabeço de Vide. São indescritíveis as paisagens com que somos brindados quando fugimos das estradas principais.

Final de dia com um pôr-do-sol de sonho, à chegada do Monte da Azenha. Mesmo a tempo de uns mergulhos na piscina fluvial das termas e de uma valente jantarada, preparada pela D. Francisca e pela sua filha, mãe do Mário Tojo, com os seus dois filhos pequenos a ajudar. Uma boa conversa com a lua como companhia e terminou assim o dia. Tão bom.