Crónicas do Fidalgo

Lugares

Ásia: a situação está mais poluída do que nunca

O céu de Bangkok.

O céu de Bangkok.

ABS-CBN News

Segundo o Observador, o governo indiano anunciou no passado mês de Janeiro, um programa que visa reduzir em cinco anos a poluição do ar em 30%, em relação aos níveis do ano de 2017. Este programa incide sobre as 102 cidades mais poluídas da Índia. No entanto, nem tudo são boas notícias: a Ásia encontra-se com níveis de poluição elevados. Uma nuvem de poluição formou-se em Bangkok, o que alterou a qualidade do ar e a levou a níveis prejudiciais para a saúde. A razão? Emissões altas de gasóleo que emanam partículas que podem obstruir as vias respiratórias, assim como a produção industrial. Como parte da solução, máscaras foram distribuídas pela população e foram lançadas chuvas. O problema da poluição do ar não é, no entanto, linear. Vai alterando consoante a temperatura que se faz sentir em cada estação do ano. Na Tailândia, por exemplo, tende a aumentar e a diminuir em parte dependendo da época do ano. O grupo ambientalista Greenpeace referiu que Bangkok é actualmente a 10ª cidade mais poluída do mundo, rivalizando com algumas cidades da China.
Já Seul, encontra-se a reduzir a produção industrial e a circulação automóvel.
Apesar dos esforços feitos, a longo prazo as acções não são ainda suficientes para travar a poluição. E, tal como a Ásia, todos os países devem continuar a actuar no sentido de alterar a situação de degradação do planeta!