Crónicas do Fidalgo

Experiências

Frascos de 100 ml para viajar podem estar perto do fim!

Boas notícias, meus amigos!
Quantos de nós, em preparações para belas viagens, já não se viram à rasca para, à última da hora, tirar produtos dos frascos originais para frascos de 100 ml, o máximo permitido para quem leva a bagagem de mão num avião?

Bem, eu já. Também já tive de abrir mão de alguns produtos, em pleno aeroporto, por terem mais de 100 ml.

Quem envia as malas para o porão não sofre deste mal, mas quem leva consigo malas mais pequenas, nos compartimentos por cima dos bancos… Sabe bem do que falo.

Esta restrição de líquidos foi implementada em 2006 para aumentar a segurança nos aeroportos. Mas agora, 13 anos depois, a medida poderá estar prestes a ser abolida!

O canal britânico Sky News anunciou que os avanços tecnológicos no scanner vão permitir ver o interior das malas de forma detalhada. O presidente executivo do aeroporto de Heathrow, em Londres (Reino Unido), John Holland-Kaye, explicou que “será possível “detectar o líquido dentro de uma garrafa, olhar para dentro de um portátil e ver se tem algum dispositivo perigoso, o que permitirá ter um nível muito mais alto de segurança”.

Isto fará também com que os tempos de espera na porta de segurança diminuam. Os chefes dos aeroportos estimam, de acordo com a Sky News, que esta alteração faça com que os passageiros libertem a segurança 50 a 60 vezes mais rápido do que actualmente.

Esta medida começou agora a ser aplicada em Heathrow mas já estava implementada em aeroportos como o Amsterdam Schiphol, em Amesterdão (Holanda) e o Chicago O’Hare, nos Estados Unidos da América.