Crónicas do Fidalgo

Experiências

Os maiores sustos da minha vida

Fotografia: Manuel Portugal

Coloco a segurança acima de tudo. Porque tenho filhos, porque tenho uma profissão exigente que depende muito da imagem… Aliás, durante muitos anos foi este o principal “travão” para me entregar a uma das minhas maiores paixões: as motas. O factor perigo está presente em cada viagem e o nosso corpo - o corpo com que trabalho - está em permanente exposição a acidentes. E já apanhei alguns sustos valentes. Dois, para ser mais preciso:

Num programa que tive o prazer de fazer, Rotas do Vinho, em que andei pelo país de mota a mostrar o melhor da produção vinícola nacional, mandei a minha GS 1200r para um estaleiro e a mim mesmo para o hospital. Fiquei com uma nódoa negra gigante no cóccix e não ganhei para o susto!

No segundo, tive um encontro imediato com um camião que ia em sentido contrário. Abri demasiado uma curva e quase que estive em fila de espera para falar com S. Pedro!

Felizmente, estou cá para contar a história! Living, learning, meus amigos!